EnglishFrenchPortugueseSpanish
EnglishFrenchPortugueseSpanish

CGE participa do XVI Congresso Brasileiro de Ouvidores/ Ombudsman

18 de novembro de 2013 - 18:57

O evento teve como objetivo oferecer conhecimento e auxiliar na estruturação de políticas para o aperfeiçoamento da Ouvidoria

Ouvidorias em Rede: Uma nova era de integração e soluções ao cidadão. Esse foi o tema do XVI Congresso Brasileiro de Ouvidor, que aconteceu em Recife, nos dias 11,12 e 13 de novembro. O coordenador de Fomento ao Controle Social da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE), Carlos Eduardo Lopes, e o orientador da Célula de Ouvidoria, Jean Lopes, estiveram presentes no evento, que foi organizado pela Associação Brasileira de Ouvidores (ABO) e teve como objetivo oferecer conhecimento e auxiliar na estruturação de políticas para o aperfeiçoamento da Ouvidoria.  

O congresso discutiu as tendências e regulamentações para Ouvidorias, seu estágio no Brasil e sua integração através de sistemas tecnológicos, além de suas peculiaridades. Também foram abordadas questões como o Código Brasileiro de Ocupação, os modelos de Ouvidoria Público, com fundamento no sistema adotado pela Controladoria Geral da União (CGU) e pelas Ouvidorias com regulação federal. 

O coordenador Carlos Eduardo Lopes ressaltou a importância do Congresso para a troca de experiências. “É essencial que haja o compartilhamento de conhecimento, pois isso nos ajudará a aperfeiçoar as atividades ligadas à ouvidoria. A CGE, por exemplo, aproveitou o momento para compartilhar experiência bem sucedidas, como o tratamento de demandas via redes sociais e a implantação de um módulo específico para Serviço de Informação para o Cidadão (SIC)”, afirmou. 

Durante o evento, os representantes da CGE apresentaram o projeto “Educação Social” e distribuíram exemplares da Cartilha “Caminhos da Cidadania”, trabalho muito elogiado dentre os congressistas.  Para o  orientador Jean Lopes, o congresso apresentou um saldo positivo para a CGE. “Estamos com a sensação de dever cumprido. Divulgamos nosso trabalho, compartilhamos experiências e tivemos a oportunidade de mostrar o funcionamento da Ouvidoria do Ceará. Esse foi o produto do XVI Congresso de Ouvidores/Ombudsman em Recife”, ressaltou. 

Estiveram presente, além de profissionais na área, especialistas da iniciativa privada e do poder público, juntamente com ouvidores de todo o Brasil. Na ocasião, foi  proposta a carta de Pernambuco, que visa a sistematização das Ouvidorias no Brasil e seu marco regulamentar. 

* Com informações do site da Associação Brasileira de Ouvidores/ Ombudsman. 

 

18.11.2013
Assessoria de Comunicação da CGE
Flávia Salcedo – Assistente de Publicidade e Redação (
flavia.salcedo@cge.ce.gov.br
/ 85 3101.3474)
Estagiária: Géssica Saraiva
Twitter: @ComunicacaoCGE