EnglishFrenchPortugueseSpanish
EnglishFrenchPortugueseSpanish

CGE inaugura espaço para atendimento a idosos e deficientes

1 de outubro de 2009 - 03:00

As pessoas da melhor idade, ou que possuem alguma deficiência, poderão ter acesso aos serviços da Ouvidoria de maneira rápida e prática.

A Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE) inaugurou, no início deste mês, o seu espaço numa das casas (‘Castelinhos’) situados na Avenida Santos Dumont, 1589, na Aldeota, a Praça Luiza Távora (Ceart), ao lado do Gabinete da Primeira Dama, Maria Célia Habib Ferreira Gomes. No local será realizado o atendimento aos idosos e pessoas com deficiência, a fim de garantir acessibilidade a todos, quando da prestação de um serviço público. A inauguração se trata de uma parceria firmada entre a CGE e o Gabinete da Primeira Dama, e que fez parte do evento Ceará Acessível. Com isso, as pessoas da melhor idade, bem como aquelas que possuem alguma deficiência, poderão ter acesso aos serviços da Ouvidoria de maneira rápida e prática.

De acordo com o titular da CGE, Aloísio Carvalho, é através da Ouvidoria Geral que o governador Cid Ferreira Gomes pode avaliar como está a opinião pública em relação aos serviços prestados pelas secretarias e outros órgãos que compõem a estrutura organizacional do Governo do Estado do Ceará. “Através do trabalho realizado pelos nossos ouvidores setoriais, bem como pelos tele-atendentes da Central 155, em Canindé, o governador Cid Gomes recebe relatórios sobre quais as principais demandas da população, em relação ao atendimento realizado nos órgãos públicos. Com esses dados em mãos, ele pode organizar de maneira mais fácil e eficiente, o que precisa ser feito para o cidadão cearense ser atendido com a maior agilidade e resolutividade possíveis”, destacou o secretário.

Ele ressaltou, ainda, a atitude do governador Cid Gomes de se preocupar em disponibilizar um outro telefone de ligação gratuita – o 0800-2750022, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas –, para atender exclusivamente a este público tão específico, ouvindo suas demandas e procurando adotar as medidas necessárias para dar-lhes uma resposta. “Através dessa linha direta com pessoas idosas ou com deficiência, o Governo do Estado pode planejar ações que venham a atender às necessidades desse grupo, que merece muita atenção por parte de todos nós que fazemos a administração estadual”, completou Aloísio Carvalho.

Para a primeira-dama, este atendimento diferenciado que a equipe da Ouvidoria Geral irá desenvolver com idosos e pessoas com deficiência, certamente representará um avanço bastante significativo no processo de prestação de serviços aos cidadãos cearenses. “O trabalho a ser feito com essas pessoas não é a inclusão, mas sim garantir a não exclusão das mesmas de suas atividades do dia a dia. A Ouvidoria dirigida às pessoas idosas ou com deficiência terá grande importância para que todas possam fazer as suas sugestões, elogios, críticas ou denúncias. Queremos um Ceará não exclusível, e sim totalmente acessível”, ressaltou.