EnglishFrenchPortugueseSpanish
EnglishFrenchPortugueseSpanish

Curso da CGU simula realização da Consocial Municipal

12 de agosto de 2011 - 03:00

Em Brasília, representantes das Comissões Organizadoras Estaduais vivenciaram a participação nas conferências dos municípios

Simular a realização da etapa municipal da 1ª Conferência Nacional sobre Transparência e Controle Social – 1ª Consocial. Foi com este objetivo que a Controladoria Geral da União (CGU) convidou membros das Comissões Organizadoras das Consociais estaduais a participar do Curso de Capacitação sobre a Metodologia da Conferência. O evento, que ocorreu em Brasília (DF), de 09 a 11 de agosto, foi um treinamento real sobre as Consociais Municipais.

Nos dois primeiros dias de capacitação, os participantes vivenciaram desde a formação de grupos de trabalho, à formulação de propostas para cada um dos 4 eixos temáticos objetos da Conferência, priorização de propostas até a eleição de delegados que seguiriam à etapa estadual. Ao final do segundo dia, houve a avaliação das oficinas, momento em que foram apresentados os problemas e os desafios a serem trabalhados e suas propostas de soluções. O terceiro e último dia foi responsável pelos diálogos com as coordenações de Mobilização e de Comunicação da 1ª Consocial.

A orientação da CGU é para que os participantes sejam multiplicadores dessas orientações. Representando o Ceará, o secretário executivo da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE) e membro da Comissão Organizadora da Consocial CE, Paulo Roberto Nunes, sugeriu aos estados a promoção de eventos semelhantes. “É essencial que façamos um curso como este em cada estado, para que os organizadores das etapas municipais ou regionais tenham o mesmo treinamento e percepção que tivemos em Brasília”, frisou.

Em nível nacional, a maior parte dos estados brasileiros organiza-se para realizar conferências regionais, já o Ceará pretende convocar 184 conferências municipais, uma em cada cidade do território cearense. Neste ponto, “estamos bastante engajados e avançados nos encontros de mobilização municipais. Já iniciamos nossas visitas às cidades e já conseguimos iniciar as convocações”, revela Paulo Roberto.

Para determinar a metodologia das conferências estaduais, será realizado novo encontro, ainda a ser definido. Estas etapas serão compostas pelos delegados das municipais ou regionais, que já definiram em primeira fase as propostas para cada eixo temático da Conferência. Portanto, novos objetivos e formas de trabalho serão repassados para as Consociais estaduais.

Um dos diferenciais da 1ª Consocial é o desenvolvimento de um sistema informatizado capaz de gerar um banco de dados com todas as informações geradas nas municipais, estaduais e nacional. Esta medida permite o desdobramento das ações e a continuidade de realização das propostas mesmo ao final da Conferência.

Representando o Governo do Estado do Ceará, seguiram para Brasília, além do secretário executivo da (CGE), Paulo Roberto Nunes, o coordenador de Projetos Especiais da Vice-governadoria, Francisco Caminha, membros da Comissão Organizadora Estadual, e o coordenador Estadual de Mobilização da CGU-CE, Cláudio Henrique Santos.

12.08.11
Assessoria de Comunicação da CGE

Kélia Jácome – Assessora de Comunicação ( kelia.jacome@cge.ce.gov.br / 85 3101.3474)

Greta Frota – Assistente de Publicidade e Redação ( greta.frota@cge.ce.gov.br / 85 3101.3474)

Twitter: @ComunicacaoCGE