EnglishFrenchPortugueseSpanish
EnglishFrenchPortugueseSpanish

Criação do órgão central de controle interno completa 10 anos

7 de março de 2013 - 20:17

 

Antiga Secretaria da Controladoria (Secon) foi criada em 2003 e em 2009 se transformou em Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE)

Nesta quinta-feira (07), completam-se 10 anos da criação da Secretaria da Controladoria (Secon), primeiro órgão de controle interno do Estado do Ceará. Com a proposta de zelar pela observância dos princípios da administração pública estadual e exercer a coordenação geral de orientação normativa, supervisão técnica e realização das atividades inerentes ao controle interno do estado, a Secon foi instituída, em 07 de março de 2003, através da Lei Nº 13.297.

Em 2007, com o objetivo de fortalecer o serviço de Ouvidoria junto ao poder público, o governador Cid Gomes delega nova estrutura para as instâncias ambientais e de ouvidoria, e sanciona a Lei Nº 13.875, na qual institui e legitima a Secretaria da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado – Secon.

Dois anos mais tarde, em 2009, o Governador Cid Gomes promulga a Lei Nº 14.306, na qual altera as competências administrativas da Secon e a transforma em Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado – CGE, órgão ligado diretamente à Governadoria.

Desde sua legitimação, a Controladoria e Ouvidoria Geral tem por missão zelar pela qualidade e regularidade na aplicação dos recursos públicos e pela participação da sociedade na gestão das políticas públicas, contribuindo para o bem-estar da sociedade cearense. A data será comemorada no próximo dia 27 de março, junto com o Dia do Ouvidor. Na ocasião, pessoas que contribuíram com o fortalecimento do controle interno serão agraciadas com medalha de menção honrosa.

 

07.03.2013
Assessoria de Comunicação da CGE

Kélia Jácome – Assessora de Comunicação (Kelia.jacome@cge.ce.gov.br/ 85 3101.3474)
Flávia Salcedo – Assistente de Publicidade e Redação (flavia.salcedo@cge.ce.gov.br/ 85 3101.3474)
Estagiárias: Géssica Saraiva e Rebeca Lôbo
Twitter: @ComunicacaoCGE