Categoria: Controle interno preventivo

A atividade de Acompanhamento dos Programas √© efetuada durante o exerc√≠cio corrente, em que s√£o realizadas an√°lises dos principais programas de governo inclu√≠dos na Lei Or√ßament√°ria Anual, sendo observados os aspectos relacionados ao perfil da execu√ß√£o or√ßament√°ria por Eixo, √Ārea Tem√°tica, principais Programas e suas Metas Priorit√°rias. No Relat√≥rio do Controle Interno sobre as Contas […]

O Grupo T√©cnico de Gest√£o de Contas (GTC) √© respons√°vel pelo assessoramento t√©cnico ao Comit√™ de Gest√£o por Resultados e Gest√£o Fiscal (COGERF), conforme o Decreto Estadual n¬ļ 30.457/2011, em assuntos relacionados √† gest√£o de gastos e ao cumprimento dos limites financeiros. O GTC/COGERF √© coordenado pela Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE), sendo […]

A √°rea de monitoramento √© a respons√°vel pelo acompanhamento da execu√ß√£o dos conv√™nios e instrumentos cong√™neres de despesa celebrados pelos √≥rg√£os e entidades estaduais, exercendo inclusive o controle da consist√™ncia dos registros nos sistemas operacionais.¬†¬† Nesse sentido, a equipe de Articuladores de Controle Interno atua na orienta√ß√£o aos √≥rg√£os e entidades sobre a aplica√ß√£o dos […]

O Plano de A√ß√£o para Sanar Fragilidades √© um instrumento de operacionaliza√ß√£o que visa prevenir a ocorr√™ncia de eventos de risco, bem como mitigar a possibilidade de recorr√™ncia de fatos constatados, quando da realiza√ß√£o de atividades por parte do √≥rg√£o central de controle interno, que venham a comprometer a gest√£o dos √≥rg√£os e entidades, elevando, […]

Com o objetivo de contribuir para o aperfei√ßoamento da Administra√ß√£o P√ļblica, e considerando em sua atua√ß√£o as dimens√Ķes de riscos, custos e processos, a CGE est√° realizando, juntamente com a SEPLAG, SEFAZ, PGE e CASA CIVIL, a an√°lise de processos cr√≠ticos do Estado.¬† No processo mapeado identificam-se as etapas e atores e √© estabelecido o […]

O Controle Interno Preventivo consiste numa moderna metodologia de controle baseada no gerenciamento dos riscos identificados nos processos organizacionais, com vistas √† efici√™ncia e regularidade da gest√£o, visando proporcionar uma maior seguran√ßa administrativa na tomada de decis√£o pelos gestores estaduais, na medida em que deve reduzir a ocorr√™ncia de desvios que venham a comprometer a […]

O Governo do Estado do Cear√° definiu em seu modelo de gest√£o, quando estabeleceu sua estrutura administrativa e compet√™ncias, que a Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE) seria o √≥rg√£o central do sistema de controle interno do poder executivo. Assim, no artigo 15-A, inciso X, da lei Estadual n¬ļ 13.875/07, alterado pela Lei Estadual […]

A atividade de Controle das Opera√ß√Ķes de Cr√©dito atenta para a observ√Ęncia da Resolu√ß√£o n¬ļ 43 do Senado Federal, que disp√Ķe especificamente sobre as opera√ß√Ķes de cr√©dito interno e externo dos Estados, do Distrito Federal e dos Munic√≠pios, inclusive concess√£o de garantias, seus limites e condi√ß√Ķes de autoriza√ß√£o, e d√° outras provid√™ncias, bem como dos […]

¬† As atividades de monitoramento da gest√£o contribuem para o acompanhamento da situa√ß√£o econ√īmica, financeira e fiscal do Estado do Cear√°, com base nas informa√ß√Ķes das contas p√ļblicas, tendo como foco:¬†¬†¬† ¬† ¬∑ avaliar o cumprimento dos limites e das condi√ß√Ķes constitucionais e legais pertinentes √† execu√ß√£o or√ßament√°ria do Estado do Cear√°; ¬† . avaliar […]

O monitoramento dos controles internos visa garantir que a execu√ß√£o das atividades desempenhadas pelos diversos √≥rg√£os e entidades integrantes da administra√ß√£o p√ļblica estadual ocorram em conformidade com os padr√Ķes estabelecidos de forma que¬† os processos coorporativos implantados ocorram conforme o planejado e apresentem os resultados esperados. Tais atividades compreendem as a√ß√Ķes de implementa√ß√£o e monitoramento […]

ÔĽŅ